Dicas&Toques 102 – Sua Empresa é Hotel?

D&T70
A probabilidade de que a resposta seja NÃO é bem grande.
Porém, se sua empresa recebe clientes, será interessante você pensar como é essa coisa de receber.
No caso do comércio varejista essa percepção costuma ser mais aprimorada.
Ambiente limpo, produtos arrumados nas prateleiras, vitrines, gôndolas, cestas, etc.
Na área de serviços geralmente também há certo cuidado com os espaços destinados a clientes.

Mas em várias pequenas indústrias o descuido com esse aspecto é mais frequente do que o desejável.
Relega-se o espaço de recepção, quando existe, a segundo plano, com sofás velhos, estofamentos sujos ou desgastados e revistas, se tiver alguma, geralmente velhas e faltando páginas. Seria melhor não ter nenhuma.

Já o local para uma reunião não precisa ser luxuoso, mas a limpeza é fundamental.
Há duas semanas sai de uma visita com a manga da camisa manchada, apenas por ter encostado o braço na mesa.
No meu caso não é tão grave. Afinal nós, consultores, estamos mesmo expostos às qualidades e imperfeições do dia a dia das empresas e nisso baseamos parte do nosso trabalho de apoio.

Mas poderia ter sido a camisa de um cliente da indústria e, neste caso é claro que seria constrangedor.

Receber visitantes requer alguns cuidados relativamente simples, mas que não se resumem apenas ao clássico “faça ao cliente o que você gostaria que fizessem a você”.
Até porque conheço algumas pessoas tão despojadas e “desligadas” que sequer percebem se foram ou não bem recebidas.
Portanto não serviriam de padrão para preparar uma recepção para ninguém.

Se a reunião for de negociação e não necessitar de visita à produção, pense seriamente na possibilidade de usar uma sala de algum hotel próximo à sua empresa.
Veja se há hotéis de padrão aceitável e preço acessível. Isso não é tão caro quanto se pensa e ajuda muito a deixar a impressão de cuidado com o cliente.
Assim, você aproveita e observa também alguns detalhes no modo de atender do hotel que, com algumas adaptações, talvez possam ser adotados na sua empresa. Outros ramos tem sempre coisas a nos ensinar.

Mesmo que sua empresa não seja um hotel, que bom será se o seu cliente se sentir quase como se estivesse em um, não é?

 

Posted in:
Sobre o autor

André Ganzelevitch

avatar

André Ganzelevitch é consultor Empresarial e Profissional de Treinamento desde 1981.É autor de mais de 60 títulos de Programas de Treinamento, Workshops e Palestras para diversas entidades de apoio empresarial, para aplicação presencial e à distância.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *