Dicas&Toques 135 – Dia dos Namorados. E o Namoro na Empresa?

D&T70

Muitas empresas proíbem ou tentam impedir dollify herunterladen. Entre elas, grandes empresas multinacionais. Mas pode proibir namoro de funcionários?

Não pode, não!! No ano passado algumas empresas foram condenadas pela justiça a reverter demissões baseadas na constatação de namoro entre funcionários teamviewer german. Pior ainda, foram condenadas a pagar indenização por danos morais. Nenhuma empresa pode estabelecer normas que invadam a vida privada dos seus funcionários 3d druck herunterladen.

Por outro lado, quem já não viu situações de briga de dois funcionários-namorados dentro da empresa? E quando um dos dois é chefe, o outro subordinado e este resolve não respeitar as ordens do(a) chefe(a) namorado(a) e pronto Download msvcp140.dll for free? Aí está feita a confusão. Fica parecendo cena de novela das sete.

Quando a empresa é grande, as altas gerências ou diretorias podem deslocar um dos dois membros do casal para outro departamento, outra filial, etc., mas na pequena empresa às vezes não dá nem para deslocar para outra sala herunterladen. O jeito é lidar com o problema da melhor maneira possível.

Problema sim, porque brigas de namorados dentro do ambiente profissional afetam toda a equipe download dj software for free. O maior desafio do gestor é conscientizar as partes envolvidas de que dentro da empresa deve prevalecer o comportamento profissional e o envolvimento com os objetivos da organização kostenlose spiele herunterladen deutsch.

Claro que isso nem sempre funciona bem. Às vezes quem deveria chamar a atenção fica inibido com a situação e vai empurrando com a barriga rollercoaster for free nederlands. Às vezes o gestor simplesmente não tem jeito para aconselhar e acaba dando bronca desproporcional, o que piora as coisas.

Mas ruim mesmo é quando o próprio gestor principal, o empresário, diretor, ou seja lá quem for, é um dos envolvidos no tal namoro que a toda hora rende brigas ou cenas de dramalhão mexicano geburtstagskartenen. E não me refiro aqui a questões típicas de empresa familiar. Falo de namoros que começam após a contratação de alguém que entrou como funcionário(a) e depois virou namorado(a) solitär downloaden kostenlos. Aí realmente estamos com um problema sério, pois a situação é muito diferente das corriqueiras em empresas familiares.

Como consultor, já me vi tendo que apaziguar o ânimo de namorados patrão/funcionária e vice-versa. O raciocínio lógico e objetivo que deve pautar os negócios fica turvado pelos ciúmes, pela raiva, pelas paixões irracionais e loucas tão comuns nas brigas de namorados. Não preciso falar que os resultados são os piores. Nestes casos, para o bem de todos, talvez o caminho seja optar ou pela relação afetiva – e um dos dois deixar a empresa – ou pela relação profissional com ambos abrindo mão do namoro. Relações afetivas conflituosas dentro do trabalho podem provocar prejuízos irreparáveis para as pessoas e para a própria empresa.

Mas não quero estragar o seu dia dos namorados. Amanhã celebre com seu par da forma mais romântica e envolvente possível.

Só uma sugestão, se seu par estiver dentro da mesma empresa que você, deixe os tapas e beijos para depois das 18 horas, e seja feliz.

Planeje seu final de semana.

 

Posted in:
Sobre o autor

André Ganzelevitch

avatar

André Ganzelevitch é consultor Empresarial e Profissional de Treinamento desde 1981.É autor de mais de 60 títulos de Programas de Treinamento, Workshops e Palestras para diversas entidades de apoio empresarial, para aplicação presencial e à distância.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *