Dicas&Toques 188 – Todo dia ela faz tudo sempre igual…

D&T70

Quantas coisas você faz quase sem perceber que faz ou por que faz? Itinerários sempre iguais de casa ao trabalho, piadinha sempre repetida quando encontramos o vizinho no elevador, etc.

Indo de São Paulo ao ABC pela Imigrantes com uma colega da equipe dirigindo, passamos no pedágio de entrada para Diadema quando insisto em pagar a tarifa, pois precisava de troco.

Continuamos o trajeto e eu comento que o troco anda difícil e sempre que tenho oportunidade faço questão de conseguir notas de baixo valor e até moedas.

Perguntado por que eu não paro no pedágio manual quando estou com meu carro, respondo que é porque tenho o tal dispositivo SemParar e portanto uso o pedágio eletrônico.

Mas logo após dar essa explicação eu mesmo me pergunto: e por que não paro na cabine manual quando preciso de troco?

Tendo ou não o dispositivo, se eu passar no pedágio convencional terei que pagar em dinheiro, certo? Certíssimo.

Porém, desde que instalei a traquitana no carro, há vários anos, nunca mais parei em pedágios.

Uma compreensão instantânea – e óbvia – me vem à cabeça. O condicionamento é poderoso e raramente nos damos conta dele.

Em alguns casos, gera conforto, sensação de segurança.

Em outros, gera tédio, mesmice e embotamento da percepção.

É preciso quebrar rotinas para conseguir ter novas ideias. Ou mesmo pra não ter ideia nenhuma, mas apenas ter o prazer de fazer as coisas de outro modo.

E se precisar de troco, passe na cabine de atendimento manual do pedágio.

 

Prepare seu Final de Semana.

 

Posted in:
Sobre o autor

André Ganzelevitch

avatar

André Ganzelevitch é consultor Empresarial e Profissional de Treinamento desde 1981.É autor de mais de 60 títulos de Programas de Treinamento, Workshops e Palestras para diversas entidades de apoio empresarial, para aplicação presencial e à distância.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *