Dicas&Toques 206 – Coincidência ou Destino? Feliz 2017.

  1. dt206

D&T70

Entrar num elevador de estabelecimento comercial com mais 4 pessoas e depois de mais de uma hora, na saída, encontrar as mesmas 4 pessoas no elevador é coincidência ou destino?

Foi isso que aconteceu no primeiro dia útil do ano. Minha esposa e eu fomos ao supermercado e ao entrar no elevador, no piso do estacionamento, entraram conosco um casal de coreanos – acho que eram, pelo linguajar que não me pareceu chinês e com certeza não era japonês – com um menino de uns 8 anos de idade e um rapaz magro, de terno, gravata e óculos com cara de Clark Kent miudinho.

Fizemos nossas compras e ao voltar ao elevador para acesso à garagem quem entrou conosco?

O casal coreano com o menino de 8 anos e o rapaz magro, de terno, gravata e cara de Clark Kent miudinho.

Claro que todos sorrimos diante da inusitada coincidência, nos desejamos feliz ano novo e cada um seguiu em direção ao seu carro.

E o que isso tem que ver com ano novo ou mesmo com o mundo da pequena empresa, tema destes nossos textos?

Algumas pessoas acreditam que episódios como esse são meras coincidências. Outras defendem que não existe coincidência e que tudo o que ocorre tem algum sentido ou propósito. É destino.

O fato é que ao longo do tempo vamos fazendo história no mercado. Querendo ou não, vamos deixando marcas, impressões, opiniões a nosso respeito e a respeito de nossas empresas.

Se tivermos feito bons trabalhos, quando alguém, casualmente nos reencontrar ficará feliz em nos rever.

Se o trabalho tiver sido medíocre ou ruim, talvez um reencontro não seja muito feliz para nenhuma das partes.

Durante este próximo ano será fundamental fazermos de tudo para que nosso desempenho junto a clientes e parceiros seja exemplar. Se tivermos feito algumas bobagens no passado, não dá mais pra consertar, mas dá pra esforçar-se para acertar mais nestes próximos 12 meses.

Assim, se no final do ano, ao entrar em algum elevador, encontrarmos um ex-cliente recente, poderemos escolher duas conclusões:

  1. Uma coincidência feliz que poderá talvez significar novos negócios.
  2. O destino quis que tivéssemos mais uma oportunidade.

Seja qual for sua escolha, tenha um excelente Ano Novo. 

Posted in:
Sobre o autor

André Ganzelevitch

avatar

André Ganzelevitch é consultor Empresarial e Profissional de Treinamento desde 1981.É autor de mais de 60 títulos de Programas de Treinamento, Workshops e Palestras para diversas entidades de apoio empresarial, para aplicação presencial e à distância.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *