Dicas&Toques 92 – Etiqueta Empresarial – II /Apresentação pessoal. Básica mas adequada.

  1. dt92

D&T70

Silvio Santos sempre foi conhecido por suas manias e exigências na relação com funcionários e participantes dos seus programas de auditório.

Uma das mais marcantes é a aversão a perfumes. Nunca suportou gente perfumada por perto. Dizem que o motivo sempre foi evitar que odores fortes prejudicassem sua voz. Não sei se é isso. Mas esse é um dos principais cuidados nas relações empresariais.

1. Evite usar perfumes ou, se usar, certifique-se de que são muito suaves e discretos. Há pessoas que simplesmente não suportam cheiros fortes e sua reunião pode acabar antes do que você esperava. Além disso, o olfato é o mais primitivo dos sentidos.
Você já passou pela situação de, repentinamente, sentir um aroma, um perfume e isso te transportar de imediato para o passado com antigas lembranças? Pois é… isto acontece com todo mundo. E se o seu perfume produzir lembranças indesejáveis no seu interlocutor, danou-se.

2. O mesmo se aplica a higiene pessoal. Um cliente nosso, há algum tempo, teve que aconselhar uma excelente vendedora a trocar de desodorante. Todos percebiam menos ela. Claro que a situação foi constrangedora, ruim, mas pior é perder negócios por causa de unhas sujas, cabelos ensebados, mau hálito ou cheiro de suor. Tenha autocrítica, sempre.

3. Roupas não precisam ser de grife. Só precisam estar limpas, bem passadas e em bom estado geral. Lembro de uma reunião de que participei onde um dos presentes tinha um botão da camisa de cor e padrão diferente dos outros. Cada vez que ele falava, minha atenção se fixava mais naquele maldito botão fora da estética do que nas argumentações dele.

4. Atenção especial deve merecer a questão dos decotes e comprimento de saias e vestidos. O que para algumas pessoas é natural, para outras pode ser provocante, escandaloso ou até vulgar. Profissionais do sexo feminino devem avaliar bem esses detalhes. A maquiagem discreta ajuda a compor uma imagem formal.

5. Sapatos cuidados e engraxados (quando for o caso) é um item que se aplica a ambos os sexos.

6. Postura física faz parte desse contexto. Não é preciso ser modelo de passarela, mas sentar- se de modo “desabado”, quase derretendo sobre a mesa ou, ao contrário, recostado para trás – como se estivesse numa cadeira de praia – não são posições adequadas. Procure ficar ereto, mas com naturalidade, claro.

7. Tenha sempre na sua pasta ou bolsa uma pequena embalagem de lenços umedecidos. Eles são fundamentais principalmente em dias de muito calor ou para quem sua muito nas mãos.

Se tiver chance, procure filmar uma reunião na sua própria empresa. Por ser com pessoas de convivência diária, todos se portarão com naturalidade. Leve a gravação para casa e assista mais tarde ou até no dia seguinte.

Tire o som e observe como você e os demais se portam, gesticulam, sentam, etc.
Você aprenderá bastante sobre como os clientes veem você e seus colegas.

Esta é a 2ª de uma série de oito D&Ts sobre Etiqueta Empresarial.
No próximo número,“Descontração não é intimidade”
Não perca. Alguns comportamentos polêmicos serão abordados.
Conheça nosso Workshop Etiqueta Empresarial e contrate para sua empresa. 

 

 

Posted in:
Sobre o autor

André Ganzelevitch

avatar

André Ganzelevitch é consultor Empresarial e Profissional de Treinamento desde 1981.É autor de mais de 60 títulos de Programas de Treinamento, Workshops e Palestras para diversas entidades de apoio empresarial, para aplicação presencial e à distância.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *