O consultor

Sempre achamos que o papel do consultor, do treinador de profissionais é ajudar as pessoas a alcançarem o sucesso.

Seja sucesso pontual, em algumas tarefas ou objetivos específicos e mais imediatos, seja o sucesso entendido como estado de realização.

Por isso tentamos produzir conteúdos e ferramentas que viabilizem esse propósito. E um comentário recebido na semana passada foi um grande presente para nós.

Pedimos autorização ao autor (Ricardo Loretti) e reproduzimos aqui suas palavras:

” Olá pessoal,

Eu trabalho em uma empresa brasileira de desenvolvimento de programas informáticos para hotelaria porém estou trabalhando em nosso escritório em Lisboa. O que faço é configurar o sistema connforme as necessidades dos clientes e dar o treinamento quanto a utilização do mesmo nos mais diversos níveis hierarquicos dentro dos hoteis.

Os tópicos aqui apresentados são de grande utilidade pois com o passar do tempo acabamos por fazer as coisas de forma um pouco mais automática e esquecemos dos princípios básicos de um treinamento que por sua vez acaba se trabsformando apenas em uma “apresentação” tendo em vista que já conhecemos o assunto a ser tratado no treinamento por completo.

Eu particularmente adoro dar treinamentos, adoro as situações levantadas tanto pelos recepcionistas quanto pelos diretores entre outros.

Antes de vir para Portugal eu apenas dava treinamento para clientes no Brasil e hoje dou treinamento em Portugal, Espanha, Cabo Verde, Angola, Moçambique e Chile e tive que adaptar por completo a forma de treinar e o tempo de treinamento consoante as diferenças econômias, culturais e de necessidade de cada cliente em cada país.

Cheguei a treinar grupos de muçulmanos no período do Ramadã onde eu tinha que parar o treinamento para que pudessem rezar estando de jejum durante 30 dias.

Tive que sofrer uma metamorfose pois uma coisa é treinar na Europa, no Brasil e outra é treinar quem por vezes faz apenas uma refeição por dia.

E uma coisa vos digo – não me arrempendo de treinar em 5 horas o que levaria 30 minutos, pois nós que treinamos somos responsáveis pelo desenvolvimento de pessoas seja onde for, tenha as condições que tiver, seja um treinamento dentro de uma grande sala com serviços de coffee braek e altos diretores com equipamentos de última geração assim como em África com todas as suas difiuculdades.”

Posted in:
Sobre o autor

André Ganzelevitch

avatar

André Ganzelevitch é consultor Empresarial e Profissional de Treinamento desde 1981.É autor de mais de 60 títulos de Programas de Treinamento, Workshops e Palestras para diversas entidades de apoio empresarial, para aplicação presencial e à distância.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *